English French German Spain Italian Dutch
Traduza-me em sua língua e versifique-me em tua boca.Sinho Livre

Discurso sobre a vida ,o amor,a esperança...

Link da imagem ilustrativa
auribertoeternochocalheiro.blogspot.com/
Não deixe que os homens o(à) intimidem com sua força...
Com suas habéis palavras,
Com seus indiscretos discursos sobre as maravilhas
Do novo mundo,
E toda a fartura que o(à) aguarda.

Não deixe que lhe acovardem
Com seus sarcásmos amorosos
E seus conceitos arrojados sobre a vida.
Nem que o(a) incomodem
Com seus sorrisos mentirosos de políticos viciados,
Que desdenham dos jovens e das prostitutas.

Não deixe que os seus sonhos
Sejam esmagados,
Que sua esperança seja ridicularizada
E que suas diretrizes sejam abaladas.

Não recue diante de seus silenciadores gritos,
De suas pancadas,de suas torturas
Não desista sem antes pronunciar-se.

Tente trasnpor todos os abismos
Mantendo sempre a calma
De quem desconhece despencadas quedas.
Não se renda aos anúncios dos agiotas,
Nem às artrites concedidas pelo tempo.

Resista à todos os empecilhos que virão
Durante a sua ferrenha caminhada.
E quando caminhar...
Caminhe ereto,
Isso a evolução garantiu aos homens,
Do mais sábio, ao mais analfabeto.

Demonstre sua força,sua garra
Mantenha escondida
Sob tua "esclerótica cara"
A neurose de tua derrota preanunciada .
Não duvide de tuas armas,
De tuas táticas,
das tuas defensivas práticas.

Não se precipete ,
Mas também não economize os seus passos.
"O sol pode não querer voltar amanhã"
Demais...preserve o seu apetite.

Recuse desde já
O convite que a morte te enviastes.
Lembre-se de todos os deuses
Quais vc pode recorrer com suas sinceras preces.
Use e abuse de todas as suas armas
Amuletos,mandigas,macumbas,feitiços,sangrias,
Danças,cantos,magias,risos,poesias...

Mas se tudo isso não basta,
Não recue ainda.
Pois temos por trás das nossas falsas faces
E dentro de nossas inocentes almas,
Outra energia.
Guardada nas alegrias que nos invade ao amanhecer do dia,
E quando liberada,
Sufoca toda a antipatia.

É do amor pelas coisas e pelos homens que falo.
Quem disse que o amor anda escasso?
Acredite,o amor ainda persiste
"E o ódio ainda anseia seu derradeiro passo".

E quando não houver mais amor
Na sua voz contida...
E você perceber que seu coração aos poucos
Está perdendo todo o vigor,

E seus olhos se espalharem pelas ruas
À procurar..mansos...
Por amparo;

Lembre-se das pessoas ao seu redor
Que te querem vivo.

2 COMENTE-ME AQUI:

Auriberto Cavalcante disse...

Como disse no E-mail, essa imagem não é minha. Não consegui identificar a autoria na internet.
AURIBERTO CAVALCANTE
BLOG falAÇÃO
auribertoeternochocalheiro.blogspot.com

OBRIGADO PELA VISITA.

Sinho Livre disse...

estarei sempre a visitar-te...o crédito continua sendo seu amigo.

Postar um comentário