English French German Spain Italian Dutch
Traduza-me em sua língua e versifique-me em tua boca.Sinho Livre

A profecia


Se me queres para ti,
Algo terás que (me) dar.
Se (me) ofertares teu coração,
Prometerei não decepcionar-te.
Mas se acaso (me) negares,
Partirei para nunca mais voltar.
Pois tu fostes para mim,
O que é o sol para esta terra.
Ao mesmo tempo que a aquece,
Também a fere com seus raios.

"Mas como o sol não é eterno
pois sei que um dia ele se apagará
e levará consigo os seus raios..."

Enquanto não se torna realidade essa profecia,
Já terei vivido a minha vida.
E esta dor que agora me castiga,
Em mim se perpetuará.

2 COMENTE-ME AQUI:

Leilane Lobo disse...

;o)
Adorei.
Parabéns pelo blog.
Conte comigo!
Abraços da Lê.

amorepoesia.org disse...

Parabéns. Muito bom!
Estou alegremente te devolvendo o comentário no meu site para o podcast http://www.amorepoesia.org/2010/10/amorepoesia111-cosmic-messenger.html.
Obrigado por sua passagem por estas paragens.
Volte sempre. Eu voltarei a passear por aqui.

Quero aproveitar para te propor um podcast com suas poesias. Penso que fará muito sucesso, principalmente pela qualidade do seu trabalho.

Parabéns de novo.

Postar um comentário